08/04/2015

Nova Criatura em Cristo.



Nova Criatura em Cristo.
0

Sua vontade.

Por isso agora sabemos que é a vontade de Deus que sejam santos.
Efésios 2.10.
"Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas."
Para as boas obras, obras santas,obras que vêm de Deus.
Para finalizar esta parte leia.
Provérbios 23.26.
"Dá-me, filho meu, o teu coração, e os teus olhos observem os meus caminhos."
Falamos muitas vezes deste verso, mas nos esquecemos do seu profundo conteúdo.
Deus não chama de filho, a uma pessoa não regenerada.
Já ouvi esta expressão; estou rendido a Deus, até onde sei.
Cuidado! essa expressão é traiçoeira, quando estamos rendidos totalmente, nós o sabemos.

O Pai celestial não só nos convida a essa renúncia total, mas quando ela é completa, Ele nos recebe para Si, em uma nova maneira e nos dá a certeza de que o negócio agora é questão decidida.
Veja o que fez o oleiro em:
Jeremias 18.3-6.
3-"E desci à casa do oleiro, e eis que ele estava fazendo a sua obra sobre as rodas,
4-"Como o vaso, que ele fazia de barro, quebrou-se na mão do oleiro, tornou a fazer dele outro vaso, conforme o que pareceu bem aos olhos do oleiro fazer.
5-"Então veio a mim a palavra do Senhor, dizendo:
6-"Não poderei eu fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? diz o Senhor. Eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na minha mão, ó casa de Israel."
Barro rendido, oleiro sem dificuldade para transformar o barro como ele achava que era melhor.
Santificados mediante o Filho.
Falamos um pouco atrás, que o levantar a mão ou ir ao altar, não é sinal de rendição absoluta.
Quando Adão pecou:
Primeiro, morreu espiritualmente, segundo, ficou culpado e sujeito à punição porque quebrou a lei de Deus, terceiro, tornou-se egocêntrico, escolhendo seu próprio caminho, fazendo-se escravo do inimigo de Deus.
Então essa herança passou a todo o homem.
Que fez Jesus Cristo?
Hebreus 13.11-12.
11-"Porque os corpos dos animais, cujo sangue é, pelo pecado, trazido pelo sumo sacerdote para o santuário, são queimados fora do arraial."
12-"E por isso também Jesus, para santificar o povo pelo seu próprio sangue, padeceu fora da porta."
Ao lermos estes versos compreendemos, haver um substituto, interessado na nossa santificação.
A Bíblia fala-nos dos pecados no plural (acções pecaminosas).
E também do pecado no singular (pecaminosidade).
Já falamos isso em palestra anterior, mas quero recapitular para avivar as memórias.
Romanos Cap. 1 até 5:11
Paulo fala-nos de pecados (plural).
A partir do capitulo 5:12,
Romanos 5:12,
até final da carta, fala-nos de pecado (singular).
Repare que na 1ª parte Paulo, sempre nos fala do sangue de Jesus, mas nunca da cruz.
Já na segunda parte, menciona a cruz e não o sangue de Cristo.
O sangue de Jesus tem referência com pecados; a cruz refere-se à pecaminosidade.
A teologia dos nossos dias ensina, e muito bem, Cristo morrendo pelos nossos pecados.
Mas devemos salientar o segundo aspecto;
Cristo tirando os nossos pecados.
João Baptista dizia:
João 1.29.
"...Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo."
Vamos ler.
Romanos 5.10.
"Porque se nós, sendo inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, tendo sido já reconciliados, seremos salvos pela sua vida."

Poder que liberta.

Reconhecer o poder recuperador de Cristo vivo, que perdoa, purifica e liberta da escravidão do pecado.
Finalmente .
1ª João 1.7.
"Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado."
Em si esta verdade, de factos é uma verdade assaz preciosa e maravilhosa.
Todavia, o verso 9, nos fala doutra verdade,
"Se confessarmos...
O verso 7, refere-se ao sangue como agente purificador.
A ideia de que o pecado deve permanecer no crente, é errada não tem fundamento bíblico, verso 8,
"Se dissermos que não temos pecado..."
Mas isto não se pode referir ao crente santo, este, mesmo que peque, ele se arrepende e confessa, e é perdoado, o pecado não permanece no santo, não habita no seu coração, porque Cristo reina lá.
Santificação mediante o Espírito Santo.
2ª Tessalonicenses 2.13.
"Mas devemos sempre dar graças a Deus por vós, irmãos amados do Senhor, por vos ter Deus elegido desde o princípio para a salvação, em santificação do Espírito, e fé da verdade;"
1ª Pedro 1.2.
"Eleitos segundo a presciência de Deus Pai, em santificação do Espírito, para a obediência e aspersão do sangue de Jesus Cristo: Graça e paz vos sejam multiplicadas."
Para esclarecer bem este assunto, é de boa ajuda considerarmos os diferentes aspectos, o lado positivo e o negativo, que são duas metades, que se completam.
O lado negativo é a consagração e a purificação, que são preparatórios.
Ou seja a separação, e purificação de um ser, para um propósito definido,e ser cheio do Espírito Santo.
O outro lado é o positivo, é a obra do Espírito Santo, através de Jesus preparou os discípulos, tanto para o calvário, como para o Pentecostes. Todo o verdadeiro cristão tem o Espírito Santo em Sua capacidade regeneradora, visto:
Romanos 8.9.
"Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele."
Todo o cristão ao aceitar Jesus recebe o Espírito Santo, mas não é a mesma de ser cheio do Espírito.
Uma coisa é ter o Espírito como residente, e outra coisa é tê-lo como Presidente.
Para compreender melhor leia a palestra anterior.
Também não podemos receber mais do Espírito Santo,ou receber mais da Pessoa Bendita de Jesus
Cristo, porque Deus não se pode partir afim de irmos recebendo aos pedaços, Deus é um Todo.
Compreendemos isto ao ler:
João 14.23.
"Jesus respondeu, e disse-lhe: Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada."
Repare Jesus não disse que à medida que o crente o buscasse mais, Ele viria mais um pouco de cada vez, até que estivesse de todo morando em sua vida.
Mas, Ele viria em sua plenitude, o Espírito Santo foi dado, ou é dado a cada crente no seu todo.

0

VERDADEIRO.
O amor quando verdadeiro,
Mais forte que ondas do mar,
Sua força é maior que o vento,
Ninguém consegue amarrar.

Fica em nós vida inteira,
A correr como um forte rio,
Que cabe lá toda a gente,
Navegando como um navio.

De dentro de nós ele não sairá,
Nem devagar nem de repente,
Se o quiseres mandar embora,
Mandas embora toda a gente.
Por: António Jesus Batalha.

0

Peregrino E Servo, António Jesus Batalha,
Bíblia Sagrada, Ciência, Desporto,
Deus,Jesus Cristo,