06/07/2014

A Regra de Ouro.



A Regra de Ouro.
0

Tiago 1:27
"A religião pura e imaculada para com Deus e Pai, é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações, e guardar-se da corrupção do mundo."
Uma das semelhanças é a essência da Regra de Ouro que aparece em quase todas as religiões.
Desde o tempo de Confúcio temos a afirmação, em varias formas, de que a pessoa deve fazer aos outros como gostaria que lhe fizessem.
Muitos admitem erradamente que isto é a essência do Cristianismo Bíblico.
Contudo, se tudo o que Jesus Cristo fez foi dar-nos o Sermão da Montanha e a Regra de Ouro, então só veio aumentar a nossa frustração.
Vejamos o que a Bíblia diz.
Lucas 6:31.
"E como vós quereis que os homens vos façam, da mesma maneira lhes fazei vós, também."

0

Como já vimos o homem possui a Regra de Ouro desde a época de Confúcio.
O problema do homem nunca esteve em saber o que devia fazer.
Tem estado antes na sua falta de poder para fazer o que sabe que deve fazer.
Cristo elevou o nível ético e, por conseguinte, tornou mais elevadas as exigências.
Isto só por si aumenta o nosso grau de frustração.
Mas isso não é tudo o que Cristo fez, e aqui é que está a grande diferença entre o Cristianismo Bíblico e as outras religiões.
Cristo oferece-nos o Seu poder para vivermos como devemos.
Dá-nos perdão, purificação e a Sua própria justiça, tudo gratuitamente.
Reconcilia-nos com Deus.
E ainda promete estar connosco todos os dias.
Ele faz por nós aquilo que nós não podemos fazer por nós mesmos.
Qualquer outro sistema religioso, todavia, é essencialmente uma proposição de:
“Faça você mesmo”.
Segue este tipo de vida, dizem eles, e ganharás o favor de Deus e finalmente alcançarás a salvação.
Em certo sentido, os outros sistemas religiosos são um tipo de manual de natação para alguém que se está afogar.
O Cristianismo é um salva vidas.
Um Presente.
D.T.Niles observou;que nas outras religiões as boas obras são um “a fim de”.
No Cristianismo são um “portanto”.
Nas outras religiões, as boas obras constituem um meio pelo qual a pessoa espera ganhar a salvação.

0

Explicando melhor as boas obras, não são para ganhar, mas porque se ganhou.
Alguém escreveu, as religiões são faz; o Cristianismo Bíblico é feito.
Cristianismo é o que Deus tem feito pelo homem ao buscá-lo e ao estender o Seu braço para o ajudar.
As religiões são uma questão de o homem procurar e se esforçar na direcção de Deus.
Podemos dizer sem errar, as religiões, são o esforço do homem procurando Deus.
O Cristianismo Bíblico é o esforço de Deus procurando o homem.
Devido a esta profunda diferença, o Cristianismo é o único que oferece certeza da salvação.
Gosto de frisar isto:
O cristianismo não é uma religião, mas sim um modo de vida.
O Cristianismo não é uma religião cheia de dogmas, regras,sacrifícios e tradições.
Mas uma mudança de vida, vida de amor dedicação e entrega.
Nesta vida prometida por Jesus Cristo, ela nos leva a seguir as pisadas do Salvador, e numa vigia diária afim de com os olhos posto no alvo, possamos chegar à cidade Celestial.
Porque a nossa salvação depende unicamente do que Deus fez e nos deu, nós podemos afirmar e com a mesma certeza a maravilhosa verdade do Apóstolo Paulo:
2ª Corintios 5:8.
"Mas temos confiança e desejamos antes deixar este corpo, para habitar com o Senhor”.
Leia a Mensagem anterior para entender melhor.(AQUI)

0

QUERIA SER POETA.

Quem me dera poeta um ser,
Com trombeta proclamava,
Para poder então escrever,
Tudo o que de bem eu achava.

Vejo o homem em decadência,
Tenho uma vontade de gritar,
Acaba logo com essa demência,
Pois essa tua vida deves deixar.

Dilacerado pobre triste coração,
Há grande alegria para ti afinal,
Pois Deus tem de ti compaixão,
Quer de graça dar-te Paz Divinal.

Este tempo eu agora parava,
Para mais tempo eu poder ter,
Com trombeta santa proclamava,
AH ! quem me dera poeta ser.
Por: António Jesus Batalha.

Peregrino E Servo, António Jesus Batalha,
Bíblia Sagrada, Ciência, Desporto,
Deus,Jesus Cristo,