20/06/2016

54

Um Abismo Chama Outro Abismo.



Um Abismo Chama Outro Abismo. Um Abismo Chama Outro Abismo.

"Um abismo chama outro abismo, ao ruído das tuas catadupas; todas as tuas ondas e as tuas vagas têm passado sobre mim."
Há momentos quando nos é conveniente fugir do mundo como o salmista e procurar abrigo em algum lugar solitário, onde um abismo chama outro abismo.
Neste belo cântico percebemos os ruídos de fortes correntes, que levam as rochas silenciosas e cobrem de fúria os ribeiros calmosos.
Ouvimos o monótono cantochão das catadupas;o grito da alma solitária que tem sêde de Deus; os hinos que no silêncio da noite ecoam pelas caladas; o anelo ardente de adoração espiritual.
Sempre um abismo chama outro abismo...
A alma que não ouviu o abismo da natureza clamar pelo abismo de sua própria vida está despida das qualidades mais ricas, que vestem e adornam a varonilidade e a feminilidade.
Se não vos encantam os ribeiros cantantes, as fragrâncias vespertinas, os cânticos dos pássaros, as brisas carinhosas, as campinas floridas, os vales quietos e os viços primaverís, é porque faltam à vossa natureza os ímpetos e os arrojos benfazejos, veículos poderosos na subida.
Cada beleza que Deus pintou em a natureza, deixa o seu sinal gravado na alma humana.
Cada altura que o homem transpõe e cada herança que o passado lega, são apelos à sua alma para orná-la de riquezas mais abundantes.
Toda a verdade que de antanho foi ensinada, toda a bondade que percorreu as veias dos santos caracteres, e toda a doçura da música e das artes, chamam-nos de abismo a abismo,de altura a altura!
Acima de tudo, o amor e a ternura de Deus, apelam para nós, do abismo do nosso coração, desafiando-nos com indescritível ansiedade, para a dignidade e valor da nossa existência!
Diz-se que cada beleza e encanto adicionada ao carácter, é surto de poder para atrair Deus aos que O não conhecem.
Nada pode enriquecer tanto a vida como a hora silenciosa com Ele, esperando a Sua presença, e contemplando-lhe a face, até que os nossos semblantes brilhem com a formosura divina.
Ele preparou seus remidos afim de serem sensíveis ao sofrimento humano.
Porque há neste velho mundo mais pessoas em sofrimento do que as que têm Paz mesmo dentro do sofrimento.
Em cada tique-taque do relógio centenas de pessoas voam do cenário terreal para uma eternidade sem retrocesso.
Muitos ouviram falar de Deus frequentaram religiões que nunca lhe indicaram o verdadeiro rumo das suas vidas.
Isto porventura não vos toca?
Pensai nos físicos depauperados por tremendos vícios e nas almas que se angustiam por não conhecer Deus.
Pensai na paz imorredora que passa incompreendida!
Contemplai ainda as faces ansiosas que perderam a imagem por causa do pecado!
Isto não vos diz nada?
Vem por certo aquele dia em que O Justo Juiz vai falar: "...Apartai-vos de mim..."
Poderá alguém perto de si clamar!
Ninguém me falou da graça de Cristo.
Ninguém se importou com a minha alma.
Isto não vos toca?
Será que você está a contemplar a obra do Criador?
Ou a sua visão está distorcida e apenas contempla o belo o que lhe faz bem, o que o não faz pensar?
Mateus 25:34-46.

ceifando
A HORA.

Porque não andas ceifando,
Pois o campo maduro está?
No campo não andas lavrando,
Nem no mar andas pescando,
Nem lanças-te as redes lá.

O cardume que ao lado passou,
De quem sempre deteve a rede,
O pescador que não se importou,
Nem a planta seca regou,
Não sabe o valor da árvore verde.

E a hora que vem a chegar,
Como cavalo que toma o freio,
No mar já não se pode pescar,
Nem no campo maduro ceifar,
Porque Jesus Cristo já veio.
Por: António Jesus Batalha.


Peregrino E Servo, António Jesus Batalha,
Bíblia Sagrada, Ciência, Desporto, Deus,Jesus Cristo,