25/01/2016

23

A Cruz uma necessidade



A Cruz uma necessidade

Mateus 16:24.
"Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me;".
Meu texto se baseia sobre a cruz, na última postagem falei sobre o significado da cruz, o tema é muito rico e quero aprofundar mais um pouco.
Gálatas 6:14.
"Mas longe esteja de mim gloriar-me, a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim e eu para o mundo."
Deixe-me perguntar a você que se diz cristão, você está realmente crucificado nesta cruz? ou continua a deixar-se enredar pelos prazeres que o mundo oferece.
Seu modo de olhar, de pensar, de falar está crucificado?
Gálatas 2:20.
"Fui crucificado com Cristo; não sou eu quem vive, mas é Cristo que vive em mim; e a minha vida exterior que permanece, eu a vivo na fé do filho de Deus, que me amou e se deu a si mesmo por mim".
Veja outra tradução."Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a pela fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim."
A cruz é um necessidade para a vida produtiva do cristão, os apóstolos eram pessoas produtivas porque eram pessoas crucificadas em Cristo.
A crus não é somente a fonte da nossa vida espiritual mas deve ser, também, o padrão da nossa vida diária.
Pois Jesus disse: "...Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me"
A Cruz uma necessidade A cruz de Cristo significa salvação para mim, mas não me atrevo reclama-la como minha libertação do pecado e julgamento sem abraçá-la, também como a norma da minha vida.
Creio que aqui se encontra o grande erro do cristianismo evangélico do nosso século.
Oh! a apresentação superficial do evangelho, apresentação em parte verdadeira, mas inteiramente ilusória, que induz homens e mulheres a professarem que são discípulos de um Senhor crucificado,mas que os deixa livres para viverem confortavelmente num mundo condenado.
Crentes têm de ser pessoas crucificadas!
Mortas a qualquer domínio a não ser ao de Jesus Cristo.
Não ao domínio de uma igreja, dum pastor, duma religião ou de Pedro ou de Paulo, de Maria nem mesmo do Papa.
E sabe porquê?
Porque nenhuma destas pessoas ou domínios morreram por si na cruz.
Jesus foi o único que deu a sua própria vida, por si e por mim na cruz do Calvário.
A cruz nos garante vida de paz, vida de liberdade e nos garante também vida eterna gratuita, dom de Deus.
O ego é um aliado de Satanás, dentro da nossa própria alma.
E a única vitória sobre o ego é cruz.
A cruz é a vossa e a minha maior necessidade!
O cristianismo crucificado é a única espécie de religião que suportará a prova destas últimas horas trágicas.
A sombra comprida da Tribulação que se aproxima cai através do mundo sentenciado.
Pergunto levamos nós as marcas da cruz?
Lembra-se o que disse Jesus acerca da cruz?
Mateus 26:54
"...Assim convém que aconteça".
Note bem, o pecado não é coisa insignificante.
Esta geração ensina que tudo é bom é preciso é que a pessoa seja feliz.
Mas volto a perguntar que tipo de felicidade você deseja?
Uma felicidade aparente cheia de dinheiro, luxúria , e de um sexo qualquer?
O que era pecado há dois séculos continua a ser pecado nos nossos dias, Deus é o mesmo Ele não mudou nem a Sua Palavra.
Os homens podem mudar leis e tentar mudar pensares, mas isso não vai invalidar a Palavra de Deus.
http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/ O pecado é um mal tão mortal que o único remédio foi a morte de Jesus na cruz.
Agora leia com muita atenção, Jesus deu a Sua própria vida na cruz. porque o Seu amor por si é enorme, Ele quis fazer a vontade do Pai.
Para terminar quero frisar que a cruz é o único meio de reconciliação entre o homem e Deus.
O diabo convenceu Eva que o caminho de Deus não era o melhor.
E a partir daí os homens sempre tentam esse caminho ou essa mentira.
Crêem que Deus não ama o homem e só desobedecendo a Deus conseguem melhor vida.
Mas a Palavra continua a gritar.
Vinde a mim todos os que....
SE alguém quiser vir a mim...
Por fim quero dizer que atenteis para as mãos ensanguentadas com as marcas dos ferros que as trespassaram para destruirem todas as barreiras, que evitam a entrada nos vossos corações, do amor de Deus.
Meu sincero desejo é que o Espírito Santo vos possa convencer, do pecado e da justiça e do grande amor de Deus.



O CAMINHO DO CALVÁRIO.

Frente ao rei, Jesus é acusado,
De boca fechada, nada respondeu,
Ficou Pilatos maravilhado,
Nada respondes?“quem manda sou eu”.

Nenhum poder terias contra mim,
Se de cima não te fosse dado,
Mas foi mesmo para isso que eu vim,
Dar a minha vida, ser crucificado.

Pilatos queria a Cristo libertar,
Aquela multidão, clamava de novo,
Que a Jesus Cristo devia crucificar,
E o Seu sangue, caia sobre o povo.

Entrega Jesus, para que seja açoitado,
Coroa de espinhos, cabeça rasgada,
Começa o caminho, Cristo carregado,
De uma tosca cruz, plos príncipes talhada.

O caminho difícil, duro de suportar,
Estrada de pedras, ao calvário conduz,
Agarraram a Simão, para poder ajudar,
Porque Ele não suportava, o peso da cruz.

Chegou ao cimo do monte muito desfalecido,
Estende Suas mãos para que sejam cravadas,
E entre os malfeitores Jesus Cristo é erguido,
Suas mãos estendidas, mãos Santas e Sagradas.

Um grande convite, Ele todos hoje te faz,
Vinde a mim, agora todo o pobre pecador;
Vinde e encontrareis a verdadeira  paz,
Eu Sou o vosso Deus, o Vosso Salvador.
Por: António Jesus Batalha.


A Cruz uma necessidade

Peregrino E Servo, António Jesus Batalha, Bíblia Sagrada, Ciência, Desporto, Deus,Jesus Cristo,